Inspeção de Segurança: os primeiros passos

Inspecoes de segurança

Inspeção de Segurança.

A inspeção de segurança, ou inspeção de área tem como objetivo a identificação de condições inseguras, principalmente as oportunidades causadas pela dinâmica dos processos do dia a dia. Essa ferramenta pode ser orientada pelas normas regulamentadoras, utilizando as normas internas como referência, adotar guias de 5S e outros requisitos para classificar a identificação de riscos. A forma de classificação das não conformidades e o meio de aplicação não interfere no resultado, desde que respeitados alguns critérios estratégicos básicos.

A aplicação da inspeção pode ser feita no método clássico de prancheta, papel e caneta, associado a uma planilha de Excel e um opcional de posterior envio de e-mail. Esse método pode funcionar plenamente, mas limita a análise crítica e pode gerar algumas horas a mais para elaboração, considerando as perdas e retrabalhos. Atualmente existem sistemas cada vez mais versáteis e acessíveis, alinhados com a indústria 4.0., utilizamos um sistema próprio, totalmente personalizável e conectado com sistemas de análise de dados. Para saber mais, fique a vontade para me contatar!

Estruturando a ferramenta

Defina o escopo da ferramenta:

1.1 Quais tipos de riscos serão apontados e gerenciados pela ferramenta;

1.2 Qual o alcance, ou seja, quais áreas farão parte do plano de inspeção;

1.3 Qual a periodicidade de aplicação;

1.4 Quem deverá aplicar;

1.5 Qual tipo de formulário: eletrônico ou impresso;

1.6 Como será o treinamento para aqueles que aplicarão;

1.7 Onde serão armazenadas as informações;

1.8 Qual a forma de comunicação e envio para os responsáveis;

1.9 Definir o que é esperado da área inspecionada (papéis e responsabilidades).

Aplicando a ferramenta

Siga o fluxo estabelecido:

2.1 Informe o responsável da área sobre a aplicação;

2.2 Preencha todos os campos do formulário;

2.3 Garanta que toda a área determinada no escopo seja inspecionada;

2.4 Coletar evidências das não conformidades.

Verificando a inspeção

Verifique os dados encontrados:

3.1 Compile os dados das inspeções;

3.2 Crie gráficos para análise crítica;

3.3 Atualize os indicadores de desempenho;

3.4 Encaminhe a análise com os resultados para os responsáveis.

Tomando ações corretivas

Defina um plano de ação robusto:

4.1 Encontre as possíveis causas das oportunidades;

4.2 Estabeleça ações de melhorias;

4.3 Informe a todos os membros da equipe sobre as causas e ações tomadas;

4.4 Trabalhe na replicação e lições aprendidas das oportunidades e melhorias;

4.5 Inclua o aprendizado das observações nos treinamentos de segurança;

4.6 Revise o formulário caso identifique novas oportunidades;

4.7 Estabeleça novas metas desafiadoras visando a melhoria contínua;

Esses são os primeiros passos para um processo de inspeção eficaz, é importante adotar a visão de melhoria contínua do processo, tornando a revisão constante e dinâmica, com base nos aprendizados.

Podemos resumir as etapas em um PDCA, conforme imagem abaixo:

ciclo pdca

Amanda Bicalho Fernandes – Analista de Consultoria – OAB/MG: 167.727