Responsabilidade Social Âmbito – Projeto Social Ronaldo Novais

A Âmbito se preocupa com a sociedade em que vive e quer colaborar para a construção de um mundo melhor. Para isto apoia diversas iniciativas e programas sociais e culturais: (Museu Inhotim – Arte e Sustentabilidade); Médicos sem Fronteiras (apoio a refugiados e vítimas de guerras civis); National Geographic (Preservação de Grandes Felinos), Fundação Meta Integral (Projetos diversos usando a Teoria Integral), Grupo de Teatro Ponto de Partida.

A inclusão social de crianças, jovens e adolescentes através de atividades esportivas, culturais e capacitação profissional é uma das principais maneiras de desenvolver e preparar a criança para o mundo. A Âmbito firmou uma parceria com a ONG “Projeto Social Ronaldo Novais” que possui a visão de que a “Criança é o Nosso Amanhã”, e é uma organização sem fins lucrativos que exercita o conceito através de atividades esportivas que visam promover a transformação social e o desenvolvimento sustentável.

Projeto Social Ronaldo Novais

O projeto teve início em 1996 no asilo situado no bairro Ozanan / Ipiranga em Belo Horizonte. O fundador, Sr. Ronaldo Novais, um homem muito simples e de grande generosidade, com o apoio do padre Valdemar, realizava alguns trabalhos sociais com crianças carentes e moradores de rua, quando surgiu a ideia de montar um time de futebol com essas crianças – cerca de 8 meninos. Neste mesmo ano, o projeto ganhou força com um convite feito pela Escola Municipal Governador Carlos Lacerda: levar o projeto para dentro da escola ampliando o seu alcance. Hoje as ações do projeto, além de acontecer no bairro Ipiranga, local onde o trabalho se iniciou, também atinge outras regiões da capital e ainda cidades vizinhas como Sabará.

Atualmente a ONG trabalha com várias categorias do futsal, começando com as crianças de 7 anos até a categoria adulto, com os times masculinos e femininos. Eles disputam várias competições em Minas e em outros estados. Há, ainda, jovens jogando no futebol internacional (Itália). O projeto tem como missão ajudar pessoas com vícios em drogas, problemas familiares, abuso sexual e discriminação pela orientação sexual.

O objetivo da ONG é tornar o jovem não um profissional do futebol e sim da vida, dando o incentivo para todos que participam a buscar os estudos e capacitação profissional, oferecendo carinho, amor e respeito com todos.